Follow me:

Ler – Salão Carioca do Livro

 A cidade maravilhosa que ultimamente anda um pouco menos maravilhosa recebeu um evento que trouxe de volta pra cidade um bocado de maravilha. Quanta derivação da palavra “maravilha” na mesma frase, não é mesmo? Aliás, é sobre as palavras que vou falar aqui. Palavras unidas. Palavras e livros.

Pier Mauá – entrada do evento

 

Espaço com ilustradores e jovens escritores

 

     O evento “LER” aconteceu do dia 24 ao dia 27 de novembro e contou com a presença de diversos escritores, jornalistas, poetas e amantes da leitura,  me encaixo nesse ultimo grupo. Um evento assim mostra que não estamos sozinhos com nossa paixão por livros, muitas pessoas compartilham esse mesmo sentimento. Quem lê sabe o quanto um livro pode transformar sua vida. Sabe aqueles sentimentos que você não consegue descrever e o poeta descreve por você, escreve por você: descreve você. Quando seus sentimentos se traduzem nas palavras de alguém, é possível perceber que, talvez a incógnita  que você constrói com suas reflexões diárias, seja também, a incógnita de outras pessoas. É nesse momento que a leitura faz a gente se sentir parte de um  todo; parte do mundo, e parte importante, diga-se de passagem.  Ler nos dá asas e nos leva a pousar em lugares altos.

 

Contos com música para o público infantil

 

Poesia com Eliberto Leão

     

Fui no evento pra saber um pouco mais sobre o mercado editorial, e assisti uma palestra onde os palestrantes eram donos de editoras. Fiquei bem entusiasmada até a palestra começar. Depois fiquei com dúvidas mas isso é bom, só assim pude saber o que perguntar a mim mesma sobre o que eu quero pro meu futuro. É menos complicado do que eu fiz parecer agora. Mas é que complicar faz parte do meu dia a dia. Complicações à parte, a proposta do Evento foi excelente e o primeiro dia, pelo que pude ver, foi um sucesso. Tinham painéis, televisões, escritores autografando livros, sarau, e uma decoração digna de encher a memória do celular com milhares de fotos. Além disso, haviam diversos estandes de editoras vendendo livros.

 

Gabriella Cordeiro

O clima era descontraído e, ao mesmo tempo com um ar intelectual. Tinha até um senhor com um monóculos, quando o vi tive a sensação de estar no século XIX, mas voltei a realidade quando uma moça passou com uma câmera super avançada. Falando em em século XIX, havia uma sala com várias máquinas de escrever e câmeras antigas. Tudo relacionado à leitura, tudo mesmo! O público podia interagir, perguntar, comprar… Um belíssimo evento, infelizmente pouco divulgado. Os organizadores pretendem tornar o “LER” um evento anual. Tomara que a próxima edição atraia mais gente. Vale a pena ! Se você ficou curiosa(o) e pretende ir nas próximas edições, leve sanduíches, a comida é cara. O amor pela leitura você pode levar à vontade, compartilhar essa paixão é de graça!

Gabriella Cordeiro

Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply